Aventura pra lá do Fim do Mundo

by | Jul 31, 2019 | Aventura | 0 comments

Não é de hoje que o consultor técnico em TI Edson Maia vem reavaliando suas prioridades. Ciclista e montanhista, aventura sempre foi sua paixão, mas aos poucos, ele mudou a forma de pensar em relação à vida, valorizando cada vez mais o “ser” e as experiências, do que o “ter” e os bens materiais. “O tempo é a coisa mais preciosa que a gente tem. Não sabemos quanto tempo mais temos aqui. Eu penso que cada dia tem que ter valido a pena. A experiência vale mais do que qualquer bem”, conta. “E no fim de tudo, tu não vais lembrar da mesa do escritório, vai lembrar daquela montanha que tu subiu. É isso que tenho buscado e estou muito feliz.”

No ano em que completa 50 anos, Edson sai para um semestre “sabático”, uma viagem sozinho, de bicicleta, pelo cone sul da América do Sul. “Acredito que todas as pessoas deveriam, ao menos uma vez na vida, deixar de lado a rotina e se lançar numa viagem de longa duração, fugindo da zona de conforto do turismo e viver como um nômade. Assim é possível experimentar o poder do acaso e descobrir em cada dia, coisas que em nossas vidas cotidianas ou em uma viagem de férias seriam impossíveis de serem vivenciadas. Depender da ajuda de estranhos, sair cedo e não saber bem onde pernoitar na noite seguinte, entre outras tantas coisas”, enumera. 

“Esse tipo de vivência quebra com nosso orgulho, acaba com muitos dos nossos preconceitos e, consequentemente, traz uma mudança na nossa maneira de encarar os desafios e as pessoas. Creio que tudo isso nos torna mais sábios, tolerantes e humildes diante desta dádiva mais preciosa que temos, chamada vida.”

Data apenas de partida

A saída será no dia 12 de outubro e o retorno ainda incerto. A aventura tem início litoral do Rio Grande do Sul, na cidade de Chuí, passa pelo litoral uruguaio até chegar a Buenos Aires (ARG), onde seguirá de ônibus até Bariloche. A segunda etapa da viagem intenta explorar alguns dos principais pontos de aventura na Patagônia Chilena e Argentina, passando pela Isla Navarino, no Chile, o último vilarejo habitado do sul do mapa. Após cruzar por lancha o Canal de Beagle e chegar em Ushuaia, inicia-se o terceiro trecho da viagem, que tem o Norte como rumo, percorrendo assim o desértico trecho da costa litorânea da Patagônia Argentina e posteriormente o retorno ao Brasil. Só de bicicleta, serão 8mil km.

No currículo de aventuras, Edson já acumula alguns desafios realizados, como ter percorrido, em três ocasiões, o litoral do Uruguai de bicicleta, incluindo a travessia da maior praia em extensão do mundo, a Praia do Cassino, no Rio Grande do Sul. Em 2015, realizou uma cicloviagem pela região das cavernas do PETAR e da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, e no inverno passado, completou o Circuito de Cicloturismo do Vale Europeu (SC).

Quem quiser embarcar junto na viagem pela internet vai poder acompanhar tudo pelo site trekkingrs.com/ciclotrekking ou pelo perfil na rede Aventure Box.  Edson ainda aceita parcerias e apoios para a viagem, como equipamentos ou a revisão de sua bike em troca da divulgação das marcas. Interessados, podem contatá-lo pelo Instagram @edee_maia