Selecione a página

Tempo de Reflexão

por | Maio 5, 2020 | Colunistas | 0 Comentários

 

 Alguns fatos que acontecem na vida da gente mudam de significado ao longo do tempo. Vai-se a questão técnica e momentânea e fica o aprendizado.

Desta forma, eventualmente é bom entrar no túnel do tempo de nossas memórias, observar as paredes, retirar a poeira das lembranças, jogar fora o que não serve mais e compartilhar aquilo que ainda faz sentido em nossas vidas, pois isto é um convite a refletir, a evoluir e a fortalecer nossa alma.

Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante, eu havia sido nomeado presidente da CIPA de uma Organização com cerca de 2.300 funcionários. A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes era composta por 24 membros, e os dois eleitos mais votados para compor a Comissão, uma gerente de RH e um engenheiro de processos, eram muito conceituados em suas áreas de atuação e estavam bem motivados para alavancar uma transformação tanto na forma de atuação da CIPA, quanto nos resultados propostos pela Organização.

Desta forma, implementei uma segmentação e criação de duas subcomissões; uma focada nos riscos das operações, abordando a questão mais técnica e outra voltada para a conscientização e formação das pessoas, abrangendo a questão mais comportamental. Nomeei a especialista de RH para levantamento de riscos e análise de acidentes e o cara de engenharia para o Marketing e Eventos.

Lembro que na reunião de apresentação e detalhamento da estratégia houve muitos questionamentos pela equipe, pois não parecia lógico que a gerente de RH tocasse a parte técnica, e o engenheiro promovesse o marketing. Tinha que ser ao contrário. Então surgiu uma pergunta levou todos à reflexão:

“Por que tu não designas as pessoas para onde elas são melhores? “- Eu já havia pensado muito sobre isso e respondi; “Porque o melhor das pessoas ainda está por vir”

De fato, esse é o sentido da vida; refletir, se desafiar, se transformar, sair do lugar comum, evoluir. Aquele ano foi de muito sucesso, muito aprendizado e muito crescimento.

Os caminhos da vida me fizeram perder contato com aquele engenheiro e aquela pessoa de RH está hoje no céu. Estou certo de que ela viveu intensamente e marcou sua passagem por aqui. Tanto pela bagagem evolutiva que levou consigo, quanto pelo ensinamento replicado a todos que tiveram a oportunidade de seu convívio.

Hoje, nestes tempos pandêmicos, onde nossas certezas se dispersam como nuvens ao sabor do vento, nada mais assertivo do que se reinventar, se descobrir, se permitir sair do lugar comum. É tempo de refletir, de evoluir, de fazer valer nossa passagem pela vida. Porque o nosso melhor ainda está por vir!

Gilberto Passos

 

Sobre o autor

Gilberto Passos

Empreendedor, ético e criativo. Formado em Administração pela FAPA, Pós graduado em Engenharia de Manutenção pela PUCRS e Especialista Engenharia de Produção na área de inovação e qualidade pela UFRGS, atua a mais de 20 anos no segmento gráfico / jornalístico. Acredita que o maior desafio para realizar projetos está em ultrapassar a barreira de obstáculos que existe dentro de nós. Ao enfrentarmos esta barreira, entramos em ressonância com o universo e tudo que projetarmos estará ao nosso alcance.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *