Orçar

by | Jan 17, 2020 | Sem categoria | 0 comments

Orçar

Vento contra  é aquele que nos atinge de frente e enche nossos pulmões de oxigênio fazendo voar os cabelos. Ele nos faz pensar em liberdade, em sair por aí sentindo o ar bater no rosto! É no contra vento que os aviões encontram força para decolar e estabilidade para pousar.

Na navegação à vela, o contra-vento, que é chamado de “orça”, sempre desperta a curiosidade. Um barco não navega diretamente contra o vento, mas com um desvio que vem diminuindo com o passar do tempo. 

Quando avançamos contra ele, a força aumenta e o resultado é o vento aparente. O que torna a equação ainda mais interessante  é que, dependendo da técnica e do equipamento, conseguimos andar contra o vento até mais rápido do que o deslocamento real da massa de ar! Curioso né!? 

A resposta está na pressão exercida sobre determinada área vélica, que descarrega sua potência no pé de mastro fixado no convés, o ponto nevrálgico da embarcação. Devido a quilha  e toda parte submersa do casco, o arrasto lateral é amenizado e somos impulsionados para frente.

Acredite você vai precisar de ventos contrários, seja para te motivar ou te fazer parar, até porque barcos não tem freios. Na hora de jogar a âncora, sempre temos que virar de frente para o vento! 

Vento contra é inerente à própria existência. É o sopro da vida!

Thiago Vieira krug Ribeiro Simon

jornalista e velejador