Nhoque da fortuna em prol do Asilo de Imbituba

Há mais de 30 anos, 20 deles em Ibiraquera, o Alejandro Mazar mantém a tradição do Nhoque da Fortuna, servindo amigos com amor em sua própria casa, sempre no dia 29 de cada mês. Com dedicação, ele prepara a comida, sem mesmo saber quantas pessoas vão jantar e aceitando a ajuda dos convidados mais dispostos. Em troca, pede três quilos de alimentos para doar à Casa de Repouso Imaculada Conceição, em Imbituba. 

“É uma tradição medieval, de antes mesmo de Cristo. Conta a lenda que um andarilho bateu à porta de uma casa, pedindo comida. A família lhe serviu nhoque. Ele saciou sua fome, agradeceu e partiu. Quando a família recolheu o prato do andarilho, havia uma moeda de ouro embaixo. Desde então, o Nhoque da Fortuna é considerado uma forma de gratidão e de atrair prosperidade”, conta com sotaque uruguaio.

O som fica por conta de amigos, que se unem à festa, ao lado do próprio Alejandro, que toca percussão.

“Eu ganho muitas coisas na vida. Esse terreno ganhei de presente do Seu Chico Inrineu (em memória). Tenho tudo o que preciso. Então por que não ajudar a alguém?”, completa.

A próxima edição acontece no dia 29 de março (sexta), a partir das 20h, na casa do Alejandro, anexo à lojinha de artesanato, localizada na Estrada Velha – sentido Ibiraquera, passando a segunda ladeira, à esquerda. A identificação é a plaquinha Alejandro Mosaicos, assunto para uma próxima edição.