Beleza por todos os lados

Imbituba e Garopaba são abençoadas por uma natureza exuberante. Paraísos que podem ser visitados por todos e merecem ser admirados e preservados. Para um bom passeio a dica é usar sempre calçados fechados, proteção contra o sol e carregar água. E para manter os cenários incríveis como são, recolha sempre o seu lixo e qualquer outro que encontrar pelo caminho. Vamos nessa?

Praia Vermelha

Para acessar a Praia Vermelha, é possível pegar a trilha que sai do canto sul da Praia do Ouvidor ou do canto norte da Praia do Rosa. O caminho é sinalizado com placas e inclui escadas e passarelas de madeira, considerado ideal para todos os grupos de aventureiros. Por ambas as trilhas, o percurso leva em torno de 40 minutos, com direito a banho nas águas cristalinas das piscinas naturais formadas entre as rochas, em dias de mar calmo.

Caminho do Rei

Este o nome do percurso que liga a Praia do Luz à Praia do Rosa, caminho centenário formado por túneis por onde o rei Dom Pedro II atravessava seus produtos por volta de 1.800. Dois ecossistemas distintos são encontrados no trajeto, a floresta ombrófila densa e a Restinga, do bioma Mata Atlântica, com as suas dunas e vegetação rasteira. Para uma experiência completa, o ideal é fazer o percurso com um condutor ambiental, que é conhecedor das informações históricas da região, um laço afetivo com a comunidade!

Cultura como destino

A região de Ibiraquera tem riquezas que vão além de sua beleza natural. O patrimônio histórico e cultural da região está nos ranchos de pesca, nos engenhos de farinha, tradicional fonte alimentar e de renda das famílias locais, na sua culinária típica, festas e costumes. Nas trilhas pelos morros, cada passo é uma bela paisagem. E lá também se encontram registros históricos, como as oficinas líticas do Rosa Sul. Os vestígios de habitantes nativos de mais de 3 mil anos atrás, remontam as práticas de caça e pesca nas pedras da orla, local onde produziam suas ferramentas.

Pedra Branca

A Pedra Branca pode ser avistada de longe, desde a rodovia SC 434, que liga Araçatuba à Garopaba. No Km 08 da via fica a entrada em direção ao morro da Encantada, à esquerda (GRP 472), sinalizada por uma pequena placa à direita na pista, sentido Garopaba Centro. Não há muitas chances de errar o caminho, porém, também não há um estacionamento sinalizado. O ideal é deixar o carro assim que termina a área residencial e seguir a pé. São 1.200 metros até o ponto mais alto, o que leva entre 40 e 50 minutos. As subidas são íngremes, com trechos escorregadios, e durante todo o trajeto, o som do rio entre as pedras se faz presente, assim como o canto dos pássaros.

É possível fazer pequenos desvios e se refrescar no córrego, mas a atenção e o cuidado são indispensáveis. 
A paisagem de mata nativa e virgem, com trechos bastante fechados e áreas de céu aberto sugere roupas compridas para segurança contra insetos e outros animais.

Ao chegar no topo da Pedra Branca, a grande recompensa: a belíssima vista de toda a região de Garopaba e Imbituba, com suas dunas, praias, lagoas e montanhas. Lá em cima, também é possível identificar os vários pontos de descida de rapel e explorar as fendas entre as pedras gigantes, com muita cautela.

Fotos: Glaucia Rosa Damazio

Praia dos Amores

No canto sul da Praia da Ribanceira fica a trilha para a Praia dos Amores, uma pequena baía de águas calmas e límpidas cercada de vegetação nativa e construções antigas da população que vive ali. São menos de dez minutos de caminhada, num percurso de fácil acesso costeando as pedras e com vista para o mar.

Praia D’água

Para chegar à Praia D’água, na Vila Esperança, em Imbituba, é preciso atenção, pois não existem placas no caminho. Do centro da cidade, a Av. Atlântica, que costeia a Praia da Ribanceira é o caminho. A rua Paraíso, que leva à trilha, está localizada passando o Tribu’s Surf Lanches, à direita, sentido Centro-Ribanceira, e chegando a uma pequena vila residencial. É preciso deixar o carro por ali mesmo e seguir a pé por cerca de 30 minutos, em uma estreita estrada ao fim da rua, também à direita, que logo se converte em um caminho em campo aberto. A recompensa é um cenário paradisíaco de muitas pedras e uma faixa estreita de areia, ideal para a prática do surf nas condições certas e com muita cautela, pois não há guada-vidas no local. A dica é deixar o mínimo impacto possível, respeitando a vida que acontece ali.

Fotos: Glaucia Rosa Damazio

Trilha da Caranha

No canto norte da Praia do Ouvidor inicia a trilha da Caranha – nome do peixe gigante que dá formato ao pesqueiro da comunidade. São 1,8 km da caminhada pelo morro até a praia da Barra. O caminho é bastante aberto, com visual deslumbrante das praias, do oceano e seus costões de rochas. Logo na primeira subida, é possível observar o “Chuveirinho”, local em meio às pedras onde a onda do mar entra por uma fenda nas rochas e jorra água como se fosse um gêiser salgado.

Foto: Glaucia Rosa Damazio

A caminhada leva cerca de cerca de 40 minutos e é compartilhada com famílias de bovinos. Os animais são mansos, mas estão soltos, então, cuidado!

Foto: Glaucia Rosa Damazio

Cachoeira da Encantada

O poção da Encantada é um encontro com as águas cristalinas do Rio Linhares, que descem em meio às pedras, rodeadas de mata atlântica – local perfeito para desconectar do mundo e se integrar à natureza. As águas são profundas e não há guarda-vidas no local, por isso atenção e cuidado são essenciais. A dica é observar as pedras, a vazão de água e nunca entrar no rio antes de verificar a profundidade – principalmente se você não sabe nadar.

Foto: Glaucia Rosa Damazio
Foto: Glaucia Rosa Damazio

Para chegar neste pequeno paraíso, localizado na Encantada (Garopaba), o acesso é pela Rodovia SC 434, no quilômetro 7, próximo ao Figueredo Materiais de Construção. A entrada fica à esquerda no sentido Rosa – Garopaba. Você também pode seguir a sinalização para o Centro de Yoga Montanha Encantada pela Rua Luiz Silveira Soares. São menos de dois quilômetros de chão batido, passando pela comunidade local até a igreja e a antiga Escola Infantil Morro da Encantada – onde é possível estacionar alguns veículos e seguir a pé. Cerca de 10 minutos de caminhada por uma bela paisagem, seguindo o som do rio, e se chega ao destino.

Trilhe com um guia

A trilha é sinalizada, mas fazê-la acompanhada de um Guia ou Condutor Ambiental enriquece sua experiência em conhecimento, além de ser mais segura.

Coletivo Tob Terra: (48) 99133.9857

Taiá Terra Condução Ambiental Local: (48) 99926.3674